sábado, febrero 26, 2011

¿Mi amor? ..¿Recuerdas, dime...



¿Mi amor? ..¿Recuerdas, dime...

(Antonio Machado)

¿Mi amor? ..¿Recuerdas, dime,
aquellos juncos tiernos,
lánguidos y amarillos
que hay en el cauce seco?...

¿Recuerdas la amapola
que calcinó el verano,
la amapola marchita,
negro crespón del campo?

¿Te acuerdas del sol yerto
y humilde, en la mañana,
que brilla y tiembla roto
sobre una fuente helada?...



Imagen de Google
© Freyja

3 comentarios:

anhelo dijo...

querida amiga, cuanto amor cabe en ti, te abrazo amiga

ZezinhoMota dijo...

Como lamento por tudo o quanto passaste...

Como lamento por não ter tido conhecimento a tempo; estive ca mas só de passagem e não deu para ler as tristes novidades...

Como lamento por tudo...Afinal a minha amizade por ti era e é sincera...

Como lamento pela tua ausência no meu blog...

Que tudo se passe com o menor dos sofrimentos...

Afinal quem não sofre?

Fins de 2009 fiz radioterapia para o Câncer...Felizmente melhorei e atingiu-se os objectivos dos médicos e meus...

Fins de 2010 fiquei só; parti para o divórcio ao fim de 31 ANOS de casado pelos maus tratos que eu recebia de mãe e filha...

Fevereiro de 2011 morreu minha mãe...

Quem não sofre, quem?

Acredita na minha amizade por ti que não morre...

Besos do Porto-Portugal

ZezinhoMota

A Poesia do Zezinho II http://zezinhomota1.blogspot.com

mentecato dijo...

Oh, Machado, cuánto alucinaste mi lejana juventud...